27/08/2014

Vida solitária




Na falta de alguém para desabafar que não use o que falo contra mim ou como objeto para desvendar meus pontos fracos, o faço em meio a internet, sei que sem nenhum tipo de ajuda, da mesma maneira que não o fizesse, mas pelo menos desafoga, desabafa, destrava o nó na garganta e me alivia o peito.
Muitas vezes aparece quem diga, "estou com você, pode contar comigo" mas ninguém o faz de fato. Só falam isso para se sentir melhores, eu acho. Espero que isso realmente os tenha ajudado, ou que ao menos ajude alguém um dia.
A única coisa que sei, é que só minha mãe minha apoia de fato, mas ela não entende tudo que eu passo, nem eu entendo as vezes. Mas gostaria muito que um dia, novamente, alguém aparecesse para dividir comigo esse fardo.

11/07/2014

Depois de ter alguém



Depois de ter alguém eu achei que as coisas fossem melhorar, que eu iria ser mais acessível para o mundo, mais sociável, mais receptiva, enfim, tudo o mais que eu era, e que depois de tanta repressão e opressão havia deixado de ser.
Me enganei, me enganei feio. Pois as pessoas, como elas mesmo são, não sentem alegria em ver o outro bem, ou pelo menos, não melhor que elas.
Antes sempre desconfiada e sempre na defensiva, encontrei uma pessoa que me ajudou com isso. Me ajudou a superar minhas feridas e curá-las, ou ao menos superá-las.
Depois essa mesma pessoa, me magoou e feriu tão profundamente quanto as pessoas anteriores, então me fechei como num casulo novamente, só que dessa vez mais escondida, pois tratava-se de
amor.
O amor cura, mas tambem destrói, tão avassaladoramente quanto se pode imaginar.
Agora só preciso de outro alguém.
Alguém com toda a sensibilidade,amor e zelo que o outro, só que real e mais próximo.
Blond Back by ArtOriginal

20/05/2014

Queria muito ter coragem, queria que fosse mais fácil.

Queria muito não ter conhecido você
seria ,para mim, muito mais fácil.
Nunca ter sabido o que é amor,
nunca ter se decepcionado.
Nunca ter acreditado em algo melhor no futuro.
Nunca ter vivido, seria realmente a melhor das opções.
Já que agora, "vivo" só pra ocupar espaço.
Sem emoções, sem amor, sem vida.
Só a dor, de decepções após decepções.
Criando sempre a expectativa de dias melhores que não chegam.
Seja você mais doce, é o que me falam,
mas porque ninguém pode ser doce comigo?
Seja você a mudança.
Seja você quem me mude.
Mais um dia de sofrimento nesta terra e ninguém aparece para me dizer:
Estou aqui, conte comigo.
Sempre me buscam quando querem algo, seja uma palavra, ou algo material.
Mas nunca tenho ninguém para buscar, nunca tenho ninguém que se importe comigo
verdadeiramente, sem segundas ou terceiras intenções.
Só queria que as pessoas fossem tão sinceras comigo, o quanto eu sou com elas.
Queria mesmo, de verdade.
Tudo que "vivi" até aqui não passou de um simples passatempo,
mais alguém para me iludir, mais alguém para se aproveitar de mim,
da minha boa vontade, da minha carência.
Mais ninguém de verdade.
Porque estou aqui, e o que estou fazendo era tudo o que eu queria saber.
Muitos me deram as costas quando eu mais precisava,
e o pior é quando estes mesmos precisaram de mim, eu estava lá.
E porque continuar a viver se não há mais nada que me faça querer ficar?
Simples.
Não tenho a mínima coragem de ...